Life is Beautiful, Isn’t it Mr. Brainwash?

Posted on novembro, 2014

I recognize Hollywood, and some other graffiti from Mr. Brainwash. But I did not know the history of the artist whose works I have admired, and sometimes photographed, in my wanderings around the world. We are talking about Mr. Brainwash himself – or Thierry Guetta, the artist behind the signature / brand. Inspire yourself, because life is beautiful and when you know the history behind it, Art is even more interesting!


The legend of Mr. Brainwash, also known as Thierry Guetta – a renowned French artist who lived in Los Angeles for 33 years with a real compulsion to film – emerged in 2010 in Banksy’s Exit Through A Gift Shop. Always aiming to shoot his films, Mr. Brainwash met some important names in Street Art and began to follow them to make a documentary. These years and years of filming have brought him closer to Shepard Fairey and Banksy and of course Art. From there it was a step to start producing his art. His big supporters were Banksy and Fairey. His style is defined when one begins to recognize his brand or Mr. Brainwash-Make-Over in famous works of art and pop icons. Basically a kind of Photoshop with Pop Art brushstrokes in the Andy Warhol style of being, but with the aesthetic of Banksy and the technique of Shepard Fairey. It seems simple, in a nutshell, but his works require knowledge, creativity, art, and convenience, which also makes us want to know and appreciate the original even more. He also created the cover of Madonna’s album, Celebration, casting more light on him. Guetta or Mr. Brainwash insists that his work is always inspired by love, with positive messages.

 

Life is Beautiful is his mantra. When asked why the name was chosen, he replied that it was around the 1990s that he realised: When you see TV, when you buy clothes, when you go to a bar or a club … how did you get there? How was that made? In fact, you unknowingly went through a real brainwash to the decision.

My messages in art are that life is beautiful, love is the answer and you should never, never, never give up.
Mr. Brainwash

Everything to me means this, I usually take any brand of some product and change the concept coming from this brainwashing. I would get the Nike, I would do the same soon, but I would write underneath: Just did it. Instead of Kids’R’Us I would put Boys Are Nuts. With all this I could not use my real name when I started with Street Art, so I came to this memory of brainwashing and decided to sign as Mr. Brainwash. At first I did not sign my work, but little by little, I started with MBW. Mr. Brainwash creates his own style by merging the images that are already part of a cultural iconography, historical and contemporary, with his pop graphics, as if it were a hybrid art. He loves making juxtapositions with past cultural idols such as Einstein, Charles Chaplin, Marilyn Monroe with current icons such as Kate Moss and Madonna. Sometimes with art you can speak louder! He says. I’m just telling people to live better, enjoy life more, respect everyone around them. I’m trying to do something beautiful and help people to be creative.

 

Written by Claudia de Andrada Tostes Vinhaes Grosso
Images: Reproduction

 

1 Comment

  • Claudia novembro, 2014 at 23:24

    Ficou muito bonito!!
    E perfeita a exposição das fotos.
    Muito sucesso! Sempre!

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Life is Beautiful, não é Mr. Brainwash?

Posted on novembro, 2014

Reconheço Hollywood, e alguns outros grafites do Mr. Brainwash. Mas não conhecia a história do artista cujas obras já admirei, e algumas vezes fotografei, nas minhas andanças pelo mundo. O segundo artigo de Claudia de Andrada Tostes Vinhaes Grosso, editora do excelente Agenda de Arte e Cultura, exclusivo para nós, é sobre o próprio Mr. Brainwash – ou Thierry Guetta, o artista por trás da assinatura/marca. Inspire- se, porquê a vida é bela e quando se sabe a história por trás, a Arte fica ainda mais interessante!


A lenda de Mr. Brainwash, também conhecido como Thierry Guetta- um renomado artista francês que viveu em Los Angeles durante 33 anos com uma verdadeira compulsão em filmar- surgiu em 2010, no filme de Banksy: Exit Through A Gift Shop. Sempre com o objetivo de rodar os seus filmes, Mr. Brainwash conheceu alguns nomes importantes da Street Art e começava a segui-los para fazer um documentário. Esses anos e anos de filmagem o aproximaram de Shepard Fairey e Banksy e logicamente da Arte. Dali foi um passo para começar a produzir a sua arte. Seus grandes incentivadores foram Banksy e Fairey. Seu estilo se define quando se começa a reconhecer sua marca ou a Mr. Brainwash-Make-Over em obras famosas de arte e ícones pop. Basicamente uma espécie de Photoshop com pinceladas de Pop Art no estilo Andy Warhol de ser, mas com a estética de Banksy e a técnica De Shepard Fairey. Parece simples, resumindo assim, mas seus trabalhos exigem conhecimento, criatividade, arte e convenhamos, que também nos faz querer conhecer e apreciar o original ainda mais. Criou também a capa do álbum de Madonna, Celebration, lançando mais holofotes sobre ele. Guetta ou Mr. Brainwash insiste que seu trabalho é sempre inspirado pelo amor, com mensagens positivas.

 

Life is Beautiful é o seu mantra. Ao ser perguntado o porquê do nome escolhido, ele responde que foi por volta dos anos noventa ao perceber que: “Quando você vê TV, quando você compra roupas, quando você vai a um bar ou a um clube…como você chegou lá, como foi feita essa escolha? Na realidade, você sem perceber, passou por uma verdadeira lavagem cerebral (brainwash) até a decisão.

Minhas mensagens na arte são que a vida é bonita, o amor é a resposta e você nunca, nunca pode desistir.
Mr. Brainwash

Tudo para mim significa isso, eu costumo pegar qualquer marca de algum produto e mudar o conceito vindo dessa lavagem cerebral. Eu pegaria a Nike, faria o mesmo logo, mas escreveria embaixo: “Just did it”. Em vez de “Kids’R’Us”, eu colocaria: “Boys Are Nuts”. Com tudo isso eu não poderia usar o meu verdadeiro nome quando comecei com a Street Art, então me veio essa lembrança da lavagem cerebral e decidi assinar como Mr. Brainwash. No começo não assinava nenhum trabalho meu, mas pouco a pouco, comecei com MBW. Mr. Brainwash cria seu próprio estilo ao fundir as imagens que já fazem parte de uma iconografia cultural, histórica e contemporânea, com o seu grafismo pop, como se fosse uma arte híbrida. Ele adora fazer justaposições com ídolos culturais do passado como Einstein, Charles Chaplin, Marilyn Monroe com ícones atuais, tais como Kate Moss e Madonna. “As vezes com arte você consegue falar mais alto!” ele diz. “Só estou dizendo para as pessoas viverem melhor, aproveitarem mais a vida, respeitarem todos a sua volta. Estou tentando fazer algo bonito e ajudar as pessoas a serem criativas.”

 

Artigo de Claudia de Andrada Tostes Vinhaes Grosso
Imagens: Reprodução

 

1 Comment

  • Claudia novembro, 2014 at 23:24

    Ficou muito bonito!!
    E perfeita a exposição das fotos.
    Muito sucesso! Sempre!

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *